O Poder dos bons resultados

O Poder dos bons resultados

O Poder dos bons resultados

Por Ricardo Missel

Um artigo publicado pela Harvard Business Review na edição de março e abril/2019 tinha, como enfoque principal, os motivos pelos quais a prática do Feedback falhava nas organizações. A análise é feita a partir de uma perspectiva, que destaca a importância de se identificar os comportamentos e atitudes que deram bom resultado como forma de reforço no aprendizado e, consequente, desenvolvimento. Além disso, as experiências positivas de quem dá o feedback são utilizadas como forma de ilustrar o comportamento positivo.

É uma substituição da ideia onde, na maioria das vezes, quem dá o feedback corretivo aborda o comportamento ou atitude analisada de forma a mostrar “o que não se faz”. Ao invés disso, a abordagem enfoca comportamentos e atitudes positivas para a mesma situação, gerando análises sobre situações semelhantes bem-sucedidas.

São três dicas importantes possíveis a partir dessa perspectiva, que deixa um pouco de lado a análise do problema e foca no resultado positivo como forma de desenvolvimento:

1 – Busque o gerador dos resultados

Esteja mais atento aos comportamentos e atitudes ideais do que aquelas que estão fora da expectativa. O caminho para o bom resultado deve ser repetido e destacado como forma de aprendizado. Se o seu cliente gostou de uma apresentação, se você teve êxito em uma negociação complexa ou alcançou a meta do mês, são as ações realizadas que deverão ser analisadas, reforçadas e incorporadas aos seus comportamentos e atitudes. A excelência está desenhada no processo dos bons resultados. Portanto, enalteça-os!

2 – Reforce e analise o caminho do sucesso

Quando algo der certo, independente se foi feito por você ou por outra pessoa, pare, perceba e se pergunte (ou pergunte a outra pessoa):

  1. O que fez a diferença nesse resultado?
  2. Quais foram os pontos críticos para o sucesso alcançado?
  3. Onde minha atitude foi decisiva para os resultados?

 

Use as respostas como forma de registrar a sua trilha para o sucesso. Esteja atento aos detalhes que podem ter sido decisivos para o alcance dos resultados. Eles podem não ser tão pequenos quanto parecem e, com certeza, ajudaram na próxima oportunidade. Ainda, se é você quem dá o feedback, exponha suas experiências positivas como forma de colaborar para a construção de um caminho positivo.

Mantenha registros das boas atitudes e comportamentos como forma de apoio quando for necessário.

3 – Esteja atento para priorizar sinais positivos.

Instintivamente, estamos preparados para interromper nossas atividades quando algo sai fora do controle ou fica abaixo do esperado: um resultado imprevisto, um problema na linha de produção, um projeto perdido, e outras questões inesperadas e indesejadas. Quando agimos nessas situações, nosso foco principal é contornar o problema, resolvê-lo em parte ou minimizá-lo. São atitudes necessárias em qualquer tipo de negócio.

Porém, a chave para a excelência vai aparecer quando o mesmo instinto que direciona ações para corrigir problemas e encontrar soluções rápidas for utilizado para identificar bons comportamentos e atitudes que geram bons resultados. Dê a mesma prioridade para situações onde o sucesso foi alcançado e, o mais breve possível, analise as ações que levaram ao bom resultado. São elas que precisam ser incorporadas pelas pessoas.

A ideia principal desse ponto de vista sobre o Feedback é afastar a ideia de que a ferramenta expõe as pessoas e as torna “juízes comportamentais”. Precisamos enaltecer que o principal objetivo do feedback é ensinar e direcionar para o sucesso.

Junte-se aos nossos assinantes.

Receba as notícias do nosso blog, quentinhas, direto do forno.


Deprecated: Function create_function() is deprecated in /home/admin/web/blog.feedbackmanager.com.br/public_html/wp-content/plugins/contact-form-7/includes/formatting.php on line 59



Posts mais vistos


  • Saiba Mais

  • Publicidade