O legado das reuniões pós pandemia

O legado das reuniões pós pandemia

O legado das reuniões pós pandemia

Nos últimos dois meses, tenho realizado muitas sessões de Coaching Executivo, uma vez que o formato online se adapta facilmente a esta metodologia. A crise oportunizou um processo extremamente acelerado de aceitação da prática virtual desta ferramenta, o que podemos considerar mais uma das transformações geradas pela crise que estamos vivendo.

Tenho passado muitas horas do dia online com meus coachees, o que tem sido extremamente produtivo e gratificante pelos resultados positivos que eles têm alcançado. Também acompanho muitos líderes de pequenas, médias e grandes empresas nos últimos meses, e ouço com muita frequência comentários de que não somente os encontros individuais através do Coaching Executivo, mas também as reuniões online, realizadas em home office (com suas equipes e com os clientes), estão acontecendo com maior frequência, configurando uma surpreendente transformação e repentina quebra de paradigmas do ambiente corporativo no Brasil. Digo “no Brasil” porque há algumas décadas empresas multinacionais tentaram aplicar a prática de reuniões online em suas unidades brasileiras, mas sempre encontraram muita resistência de aceitação.

Com a prática intensa das reuniões online, percebi diferentes características e consequências destas nas pessoas e nas organizações, o que despertou meu interesse em analisar mais detalhadamente as vantagens de cada um destes modelos de reuniões para troca de informações.

Quero compartilhar a minha experiência e o que tenho observado através do desenvolvimento de líderes em empresas de diferentes segmentos e número de funcionários.

É crescente a quantidade de reuniões no dia a dia, em função do momento de distanciamento social que estamos vivendo. Além disso, muitas reestruturações, decisões inesperadas e inéditas precisam ser tomadas pelas lideranças. Porém, muitos assuntos que antes eram tratados informalmente são tratados em reuniões formais, em função do isolamento e do grande número de pessoas trabalhando em home office.

Fazendo uma análise comparativa entre o formato da reunião online e presencial, podemos perceber que o primeiro, em muitas empresas, tem apresentado um aumento na produtividade das suas equipes. Os gestores conseguem acompanhar mais frequentemente as atividades de seus colaboradores e as pessoas têm mais foco durante as reuniões, pois respeitam mais a fala dos colegas e prestam mais atenção no que é dito, já que em videoconferência dificilmente duas pessoas falam ao mesmo tempo. Ainda, na maioria das vezes, há menos distração dos participantes e menos pessoas olhando os celulares embaixo da mesa, e tudo isto ocorre em função da própria estrutura do encontro.

Os ganhos que tenho percebido nas reuniões presenciais podem ser relacionados à uma maior descontração das pessoas ao sentar e ao falar, além de menos tensão do ambiente da reunião, já que a atenção intensa na tela diminui um pouco a impulsividade e aumenta a reflexão dos participantes sobre as mensagens de seus interlocutores.

Quem participa frequentemente de reuniões de trabalho no dia a dia, ou mesmo fora delas, já percebeu que nos encontros online os feedbacks são infinitamente mais restritos e as pessoas dão menos feedbacks. Isso ocorre em função do distanciamento físico, já que presencialmente as pessoas parecem mais disponíveis para as informalidades, troca de ideias ou conversas sobre a vida pessoal.

Estudos realizados por Ronald Fisher, psicólogo e pesquisador do Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino (IDOR) e da Victoria University of Wellington, na Nova Zelândia comprovaram que nossa memória é estimulada quando nossas experiências acontecem em ambientes diferentes, pois quando retornamos àquele lugar teremos mais facilidade de relembrar o que ocorreu lá. Se estivermos por um longo tempo no mesmo ambiente, como acontece hoje no home office, fica mais difícil nosso cérebro reter o conteúdo de todas as reuniões.

Fischer aconselha que para diminuir o cansaço mental gerado pelos excessivos encontros online, possa se pensar na real necessidade de uma chamada de vídeo conferência ao invés de um e-mail, telefonema ou mensagem via aplicativo. Ele diz também que “usar uma apresentação de slides e compartilhar tela com todo o grupo traz a atenção de todos para um mesmo ponto. Se todos focam na mesma informação, isso ajuda a criar a sensação de pertencimento.”

É provável que após esse período nos tornemos profissionais diferentes, principalmente no que diz respeito a nossa participação em reuniões. Como legado desse período, acredito que nos tornaremos mais aptos para melhorar o desempenho através de reuniões mais produtivas, com menos desperdício de tempo e maior foco nas pautas. Haverá uma ressignificação sobre a importância da reunião e da melhor estratégia de condução desses momentos em grupo.

Agora que começamos a entender como o mundo ficará depois desta crise, podemos concluir que precisaremos nos adaptar à realidade das vídeo conferências e até mesmo das visitas virtuais, pois cada vez mais comprovamos suas vantagens como ganho de tempo de deslocamento, maior foco, objetividade e produtividade nas reuniões. Apesar disso, não devemos abandonar os encontros presenciais, pois neles obteremos os ganhos subjetivos de colaboração, empatia e interação dentro da mesma equipe e diferentes áreas da organização.

Simoni Missel é sócia diretora da Missel Capacitação Empresarial, Psicóloga, Coach Executiva e Especialista em Gestão de Pessoas.

Junte-se aos nossos assinantes.

Receba as notícias do nosso blog, quentinhas, direto do forno.


Deprecated: Function create_function() is deprecated in /home/admin/web/blog.feedbackmanager.com.br/public_html/wp-content/plugins/contact-form-7/includes/formatting.php on line 59



Posts mais vistos


  • Saiba Mais

  • Publicidade