4 princípios básicos para que sua estratégia de negócio tenha sucesso

4 princípios básicos para que sua estratégia de negócio tenha sucesso

4 princípios básicos para que sua estratégia de negócio tenha sucesso

A estratégia é considerada a parte mais encantadora de um negócio. Isso tem muito a ver com as histórias que ouvimos sobre como a estratégia correta foi fundamental para que algo desse certo e os resultados fossem alcançados. Além disso, sempre se relaciona a estratégia com ideias inovadoras e surpreendentes, tornando-a ainda mais “cobiçada”.

É verdade que a estratégia de um negócio é fundamental para que os objetivos sejam alcançados e o processo de desenvolvimento da organização ocorra da melhor maneira. Mas alguns princípios importantes sobre estratégia devem ser também considerados. São fatores críticos para o sucesso de uma estratégia que, por vezes, são deixados de lado, mesmo sendo de extrema relevância para o sucesso no final do percurso.

Neste artigo, vamos destacar 4 princípios básicos para que uma estratégia seja bem implementada e alcance seus objetivos com sucesso.

1 – Nenhuma estratégia é boa sem execução

De nada adianta a elaboração da estratégia e de complexos e detalhados planos de ação se ninguém quiser “colocar a mão na massa”. Esse é um problema muito frequente que resulta no fracasso de grande parte das estratégias nos negócios. As pessoas querem muito mais se envolver com a estratégia e esquecem da relevância da execução. Até porque a estratégia vai se mostrar boa ou ruim só depois que é executada.

Não existe mágica nessa relação. É necessário tangibilizar as ações estratégicas a partir de uma atitude pró ativa e da aplicação dos recursos dimensionados. Este é o primeiro passo para que a estratégia aconteça.

2 – Dedique tempo para comunicar e multiplicar a estratégia com qualidade

As pessoas precisam ser comunicadas sobre a estratégia. E isso não significa delegar atividades. Quem desenvolve uma estratégia deve considerar como parte dela a disseminação das informações relevantes e do conhecimento dos envolvidos sobre as ações, objetivos, resultados esperados e todas questões relevantes do processo estratégico.

Muitas vezes é necessário desenvolver pessoas qualificadas para multiplicar essa estratégia com qualidade. Esteja certo de que dedicou tempo suficiente para esclarecer as dúvidas, dar feedbacks construtivos e acompanhar os resultados a fim de evitar possíveis “desvios de rota”.

3 – A execução começa de cima para baixo

Se o nível estratégico não dá exemplo e se distancia da execução da estratégia, seu resultado já está correndo grandes riscos. É preciso dar exemplo e criar maneiras de monitorar os resultados das ações.

O engajamento e a motivação dos responsáveis pela execução da estratégia é muito maior quando percebem o envolvimento do nível estratégico em todas as fases do processo.

4 – Esteja preparado para reformular a estratégia

Toda a estratégia deve ser revisitada com frequência. Isso significa verificar seus resultados durante as etapas de execução e ajustar as ações conforme necessário para otimizar a performance. A complexidade crescente dos negócios em função das frequentes mudanças demanda muitas vezes que as estratégias sejam reformuladas, para se adequarem a um novo contexto. Não necessariamente alterar uma estratégia seja sinônimo de equívocos ou erros de planejamento. Perceber a necessidade da mudança é uma virtude de quem formula a estratégia.

Junte-se aos nossos assinantes.

Receba as notícias do nosso blog, quentinhas, direto do forno.




Posts mais vistos


  • Saiba Mais

  • Publicidade